Destaques

 

 

UDEMO | 31/01/14 16:00 | Atualizado em 31/01/14 16:00


Matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, 31 de janeiro de 2014.

Falta de professores é erro administrativo, afirma secretário

O secretário estadual da Educação de São Paulo, Herman Voorwald, reconheceu ontem que algumas escolas de sua rede ficaram sem professor nesta semana devido a um erro administrativo.

À TV Globo, Voorwald reconheceu que os contratos de 280 professores não foram encerrados até 18 de dezembro. A data era o limite para que os temporários ficassem 40 dias fora das escolas, evitando que se configurasse vínculo empregatício.

Parte das faltas foi coberta por outros docentes temporários e eventuais. Não há número exato de escolas sem professores.


 

 

 

 
Filie-se à Udemo
Decálogo
 
 
 
 
 
 
Parceria UMC