Busque em nosso site

Siga-nos no Twitter

 

 

Texto da Semana 2015

14/12/2015 a 21/12/2015

Médicos podem "desaconselhar" o tabaco. Os cientistas podem provar os malefícios do fumo para a saúde do fumante (ativo), embora ainda esteja por provar qualquer relação consequente entre fumo (passivo) e câncer, por exemplo. Depois, em liberdade, cada um escolhe o modo de vida que entende com a informação de que dispõe. (J. P. Coutinho)

07/12/2015 a 14/12/2015

Os professores ganham tão mal que são obrigados a ensinar em vários colégios, quando não mudam de profissão para poder sustentar a família. Os alunos concluem o ensino fundamental mal sabendo ler e escrever. (Ferreira Gullar)

30/11/2015 a 07/12/2015

O que é inegável - porque está todos os dias na imprensa e na televisão - é a precariedade da rede escolar, com escolas ameaçando desabar e salas de aula infiltradas pela chuva. Isso sem falar nos casos em que nem escola existe, quando as aulas são dadas em choupanas ou telheiros por professoras que ganham um salário miserável, ou não ganham nada. (Ferreira Gullar)

23/11/2015 a 30/11/2015

O que se diz é que, num país onde a qualidade do ensino é lamentável, não tem cabimento gastar bilhões para construir estádios de futebol. Se é mesmo verdade que o governo federal destina aquela quantia à educação (280 bilhões) e, ainda assim, o ensino público é de péssima qualidade, das duas uma: ou essa quantia de reais não é ainda suficiente para atender as necessidades do ensino público, ou parte dela foi desviada da finalidade educativa a que se destinava. (Ferreira Gullar)

16/11/2015 a 23/11/2015

Desde que não haja miséria e todos estejam melhorando de vida, a desigualdade funciona até como um motor da economia. O consumo conspícuo e a busca por status (possuir mais que meu vizinho) é que levam as pessoas a trabalhar mais. (H. Schwartsman)

09/11/2015 a 16/11/2015

O processo de julgamento (pelos juízes) não se dá no nível da consciência, ele é fortemente contaminado por fatores como ideologia, traumas infantis ou preconceito, ou mesmo eventos fortuitos, como se o julgamento estiver ocorrendo antes ou depois do almoço. (Oscar Vilhena Vieira)

26/10/2015 a 09/11/2015

O conflito entre direitos é um traço marcante das democracias. A liberdade de expressão é regulada por leis que protegem a privacidade e a imagem dos indivíduos. O direito de greve é regulado por disposições que asseguram o funcionamento de serviços essenciais. O direito de manifestação pública é limitado por regras que impedem a anulação do direito de circulação das pessoas. (Demétrio Magnoli)

19/10/2015 a 26/10/2015

Nas metrópoles, os cidadãos converteram-se em reféns de militantes iracundos, que não buscam persuadir maiorias, mas unicamente provocar o colapso da vida urbana. (Demétrio Magnoli, sobre as recentes e rotineiras manifestações)

13/10/2015 a 19/10/2015

Penas de privação de liberdade são uma forma bem pouco racional de punir criminosos, mas continuamos a aplicá-las porque ainda não encontramos coisa muito melhor para usar em seu lugar. (H. Schwartsman)

05/10/2015 a 13/10/2015

Mesmo os piores preconceitos precisam ter sua circulação assegurada, a fim de que as ideias verdadeiras sejam submetidas à contestação e triunfem. Se não for assim, elas próprias serão percebidas como simples preconceitos, sem base racional. (John Stuart Mill)

28/09/2015 a 05/10/2015

Numa perspectiva mais consequencialista, trancafiamos criminosos na cadeia para impedir fisicamente que repitam suas malfeitorias e para dissuadir outras pessoas de imitá-los. Quando o tempo transcorrido entre delito e castigo é muito grande, nenhum desses propósitos se aplica mais aos réus. (H. Schwartsman)

21/09/2015 a 28/09/2015

Os países mais bem-sucedidos (como Coreia do Sul, Holanda e Finlândia) não são os que mais gastam em educação, mas os que focam as ações certas. Uma estratégia comum é priorizar o professor. A consultoria afirma que um aluno pode progredir três vezes mais rápido com um bom professor. (Relatório Mackinsey – 2010)

14/09/2015 a 21/09/2015

Apostar em algum dos velhos pacotes ideológicos, não dá muito certo, pois tem um vício de origem: essas visões estão baseadas em nossas intuições de justiça, que têm o péssimo hábito de funcionar melhor em nossas cabeças do que no mundo como ele é. (H. Schwartsman)

07/08/2015 a 14/09/2015

Talvez seja excesso de otimismo, mas esse modelo de dizer não ao que não está caminhando bem e torcer para que algo melhor surja em seu lugar tende a ser uma forma mais produtiva de promover transformações políticas. (H. Schwartsman)

31/08/2015 a 07/09/2015

E o trânsito em São Paulo? Essas são as quatro marchas usadas nas Marginais: parado, paralisado, ponto morto e puto da vida! E mais duas: ré e revoltado! E as marchas em Belo Horizonte: paradim, garradim, fica quietim e não mexe nem um tiquim! (Macaco Simão)

24/08/2015 a 31/08/2015

Precisamos reconhecer que temos sido adultos pouco inteligentes no trato com as crianças. Sempre damos mais do mesmo, não sabemos bem o que queremos delas, dizemos "não" apenas enquanto nossa pouca paciência suporta e logo cedemos, e achamos incríveis quaisquer bobagens que elas façam, desde que nos deixem sossegados. (Rosely Sayão)

17/08/2015 a 24/08/2015

Não é função do governo cuidar da alma dos homens. Ninguém tem o direito de invadir a consciência do outro, obrigando-o a acreditar -ou a não acreditar - num credo particular. O Estado deve tolerar diferentes concepções do bem, desde que tais concepções não tentem tiranizar o espaço público. (John Locke)

10/08/2015 a 17/08/2015

Se há uma coisa que assusta são os achados da psicologia social nas últimas décadas. Eles mostram que, sob um mínimo de pressão dos pares, indivíduos normais e mentalmente saudáveis são capazes de quase tudo, desde dar respostas obviamente erradas a um problema estupidamente banal (experimentos de Solomon Asch) até desferir choques que acreditam serem fatais em semelhantes (Stanley Milgram) ou mesmo submetê-los pessoalmente a maus-tratos (Phil Zimbardo). (H. Schwartsman)

03/08/2015 a 10/08/2015

É absurda a ideia de que o eleitor tem capacidade de escolher o dirigente máximo da nação, mas não a de definir sozinho se deve comparecer em sua seção eleitoral. A liberdade de decidir em quem votar tem como pré-requisito a liberdade para decidir se vai ou não votar. (H. Schwartsman)

27/07/2015 a 03/08/2015

O povo diz que os gordos são mentirosos e preguiçosos, andam pouco e comem mais do que confessam. Essa visão preconceituosa está por trás do atraso da medicina no tratamento da obesidade. Quando alguém com excesso de peso procura ajuda médica, a única prescrição que leva para casa é a de reduzir o número de calorias ingeridas. Existe recomendação mais fadada ao insucesso? É o mesmo que aconselhar o alcoólatra a beber com moderação. Quem consegue controlar a compulsão para comer ou beber não engorda nem fica bêbado. (Drauzio Varella).

20/07/2015 a 26/07/2015

A impunidade é o hormônio do crime e da corrupção. Se o colega da escola vira bandido e se dá bem, por que estudar e trabalhar? Se, no governo tal, ministros, secretários e funcionários viram milionários do dia para a noite, por que ser decente no governo qual? Se todo mundo é esperto, quem quer ser otário? (Eliane Cantanhêde)

06/07/2015 a 12/07/2015

Estamos 'patologizando' comportamentos normais. Isso está errado. Há uma gama de comportamentos que não são doença. As pessoas estão menos tolerantes às emoções. Há pouco lugar para a tristeza. E a exaltação e excitação são confundidas com felicidade. Vivemos de uma forma mais estimulante, na qual emoções mais depressivas, reflexivas, não têm espaço. (Dale Archer)

29/06/2015 a 06/07/2015

O sofrimento humano tem três origens: a força superior da natureza, a fragilidade dos nossos corpos e a inadequação das normas que regulam as relações mútuas dos indivíduos na família, no Estado e na sociedade. (S. Freud)

22/06/2015 a 29/06/2015

O descumprimento do dever de punir pelo ente público termina por solapar a solidariedade que cimenta a vida civilizada, lançando a sociedade no desamparo e na violência sem quartel. (L. G. Belluzzo)

15/06/2015 a 22/06/2015

Há algo de monstruoso em quem dispara um rojão em meio a uma multidão, indiferente ao que pode acontecer. Alguém fracassou na formação desses indivíduos. Não somos cordiais, somos cruéis, e é bom que o mundo se cuide a nosso respeito. (Ruy Castro)

08/06/2015 a 15/06/2015

A ação dos "black blocs" é mais bem descrita como uma combinação de vandalismo com estupidez. (H. Schwartsman)

01/06/2015 a 08/06/2015

O que aconteceu com a morte, que nem é mais permitida aos animais que sofrem, que dirá a nós humanos? Antes, morria-se em casa, sabendo que se ia morrer, cercado de carinho da família, dizendo suas últimas palavras, num rito de despedida que incluía a morte como parte da vida, e como um momento digno. Hoje, varremos nossos moribundos para debaixo de um Centro de tratamento Intensivo, que nos "poupa de assistir o horror". (Francisco Daudt)

25/05/2015 a 01/06/2015

Não há maneira de demonstrar racionalmente que Deus existe ou não existe. Mas a crença num ser supremo criador do que existe, que antecede e sucede à vida terrena, é parte de todas as culturas e civilizações conhecidas. (M. V. Llosa)

18/05/2015 a 25/05/2015

“80% das consequências vêm de 20% das causas”. (Princípio de Pareto). Estes números ilustram bem o que o Princípio de Pareto deixa claro: que a realidade contraria a nossa lógica, ou seja, não mostra o que esperamos, que seria uma relação de equilíbrio entre causas e resultados. (Joseph Moses Juran)

11/05/2015 a 18/05/2015

Uma escola boa é uma escola que tem professores incríveis e que oferece a eles uma estrutura suficiente para que trabalhem com os alunos possibilidades de explorar o conhecimento. Um professor incrível é o que conhece profundamente o assunto que pretende passar, mas que entende que precisa passar ao estudante ferramentas para que ele descubra o conhecimento por si só. O bom professor na verdade é um ótimo guia. (Salman Khan)

04/05/2015 a 11/05/2015

Quase todas as ideias comumente aceitas sobre drogas estão erradas. Elas se baseiam em má ciência quando não em mitos. A dependência é um fenômeno complexo que envolve bioquímica, personalidade e fatores sociais. A ciência ainda está longe de entender como tudo isso interage. (Carl Hart)

27/04/2015 a 04/05/2015

Pensar dá trabalho e, por isso, preferimos nos apoiar na heurística, isto é, naquele conjunto de regras, que podem ser culturalmente transmitidas ou basear-se em impulsos biológicos, que nos faz tomar decisões rapidamente. (H. Schwartsman)

22/04/2015 a 27/04/2015

A frivolidade consiste em ter uma tabela de valores invertida ou desequilibrada, em que a forma importa mais que o conteúdo, e a aparência mais que a essência, em que o gesto e o descaramento – a representação - ocupam o lugar de sentimentos e ideias. (M. V. Lhosa)

13/04/2015 a 20/04/2015

Hoje, cuidar de rugas, calvície, cabelos brancos, tamanho do nariz e brilho dos dentes, assim como modo de vestir, vale tanto ( e às vezes mais) quanto explicar o que o político se propõe a fazer e desfazer na hora de governar. (M. V. Lhosa)

06/04/2015 a 13/04/2015

Me parece que a sociedade continua se recusando a reconhecer a questão mais importante da qualidade do ensino: a gestão. Todos os indicadores dos últimos 20 anos demonstram uma incapacidade  congênita do Estado de executar de maneira eficiente a gestão escolar. Se a gestão da escola for precária, o ensino continuará a ser precário, mesmo integral. ( F. L. Schüler)

23/03/2015 a 06/04/2015

A moral da história é que liberdade e igualdade, embora tenham inspirado a Revolução Francesa, são princípios incongruentes. Se os agentes são livres para buscar seus interesses, alguns acumularão mais bens do que outros e darão tratamento privilegiado a seus familiares, amigos e clientes, o que mina, na teoria e na prática, a ideia de igualdade. (H. Schwartsman)

23/03/2015 a 30/03/2015

A ministra Cármen Lúcia abriu mão de incorporar aos seus poderes o da ressurreição.   Caiu-lhe na mão um pedido de habeas corpus para uma traficante de drogas condenada a quatro anos de prisão.  O habeas corpus foi pedido em outubro de 2013, mas senhora morrera em 2010. (Elio Gaspari)

16/03/15 a 23/03/15

A pergunta fundamental, a única que realmente é pergunta, pois todas as demais são respostas disfarçadas, é a da existência de Deus. Se Deus existe ou não, é problema da filosofia. Se eu creio ou não em Deus, é o meu problema. (C. H. Cony)

09/03/15 a 16/03/15

Se o Nordeste tivesse o padrão educacional do Sudeste e do Sul, as desigualdades regionais desapareceriam. A educação é o único determinante do atraso relativo da região. (A.R. Barros)

02/03/15 a 09/03/15

Por que, depois de tantas provas de que algumas religiões são uma farsa e alguns de seus ministros são uns picaretas, eles ainda dominam a vida da maioria dos seres humanos?

23/02/15 a 02/03/15

Os países mais bem-sucedidos (como Coreia do Sul, Holanda e Finlândia) não são os que mais gastam em educação, mas os que focam as ações certas. Uma estratégia comum é priorizar o professor. A consultoria afirma que um aluno pode progredir três vezes mais rápido com um bom professor. (Relatório Mackinsey – 2010)

02/02/15 a 09/02/15

A escola precisa ensinar civilização. Precisa ter autoridade clara, leis claras, punições correspondentes executadas. É uma oportunidade de ensinar que a democracia não pode ser banana, caso contrário se perderá, e a tirania retornará. (Francisco Daudt)

26/01/15 a 02/02/15

Em vez do debate de ideias, (os ‘de esquerda’) passam à violência difamatória, intimidação e recusam o jogo democrático em nome de uma suposta santidade política e moral que a história do século 20 na sua totalidade desmente. Usam táticas do fascismo mais antigo: eliminar o descrente antes de tudo pela redução dele ao silêncio, apostando no medo. (L. F. Pondé)

19/01/15 a 26/01/15

Uma das características da mente criminosa é a incapacidade de se colocar no lugar do outro. O criminoso se enxerga com alguém com poder total sobre os outros. Por isso, é hipersensível a qualquer coisa que arranhe essa imagem. (Stanton Samenow)

12/01/15 a 19/01/15

Não podemos dizer que a maioria dos pobres se torna criminosa. Mas dá para dizer que todo criminoso pensa de forma parecida. A questão é como as pessoas lidam com o que a vida lhes oferece. (Stanton Samenow)

 

Textos publicados em 2014.

Textos publicados em 2013.

Textos publicados em 2012.

Textos publicados em 2011.

Textos publicados em 2010.