Destaques

 

 

UDEMO | 17/03/20 | Atualizado em 17/03/20 16:04


A SEDUC E O CORONAVIRUS –3

Colega,

A situação está tão grave que muitos colegas verbalizam o pânico com relação à SEDUC e uma certa tranquilidade com o coronavirus! Que bagunça! Que desencontro! Que Torre de Babel!

As novidades mais recentes:  por Decreto (64.864/2020), o Governador manda suspender atividades por um período de 30 dias, prorrogáveis. A SEDUC não suspende as atividades e, o que é pior, antecipa o recesso de abril, que é de uma semana, apenas. O Governador implanta o teletrabalho obrigatório, a partir de hoje (17/3/2020), para 1) idosos, 2) gestantes, 3) portadores de doenças respiratórias crônicas, cardiopatias, diabetes, hipertensão ou outras afecções que deprimam o sistema imunológico. Aí, o Secretário da Educação orienta a rede no seguinte sentido: no caso dos idosos, tudo bem! Nas duas outras hipóteses (gestantes e portadores...), apenas com recomendação médica! Ou seja, o Secretário manda mais que o Governador! Uma orientação do Secretário por rede social vale mais do que um decreto governamental publicado em Diário Oficial! Em que Estado e País estamos?

Já falamos do absurdo que será considerar a semana de 23 a 27 de março como recesso. No recesso, vale a norma do recesso: escala de trabalho presencial. O fim maior das normas de prevenção da Covid-19 é manter as pessoas em casa, e não colocar menos pessoas para trabalhar juntas. Sair de casa é já o primeiro passo para a contaminação! Não se justifica um “recesso escolar” neste momento. Repetimos: “todas as escolas deverão permanecer fechadas, por pelo menos 30 dias, ou até que haja nova avaliação da OMS e nova orientação governamental”.

É por essas e outras que nosso pessoal tem razão: a SEDUC é mais perigosa do que o coronavírus! O Secretário está descumprindo um decreto governamental!

Por tudo isso, a Udemo está conclamando os gestores – Diretores, Vice-Diretores e Professores Coordenadores - a não comparecerem às escolas, a partir do dia 23, por um período de 30 dias, seguindo o decreto do governador! Um decreto governamental não pode ser descumprido; menos, ainda, com base em recados via rede social! Além disso, pela Constituição Federal, não há bem maior que a vida, cujo direito é inviolável. Estamos pensando em nossas vidas e nossa saúde! Eles, não! O Departamento Jurídico da Udemo vai defender – administrativa e judicialmente - todos os gestores que acatarem essa decisão, e que vierem a ter algum problema com a SEDUC em função desse protesto!
Colega, diante desse quadro não há mais o que fazer! Temos de parar de reclamar e partir para a ação!

Contamos com a sua adesão e participação!


Participe, também, do Grupo de divulgação da UDEMO no Facebook!

 

 

 
Filie-se à Udemo
Decálogo
 
 
 
 
 
 
Parceria UMC