Destaques

 

 

UDEMO | 09/04/20 | Atualizado em 9/04/20 16:24


Política e Politização

Política é arte ou ciência de governar; arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados. Político é aquele que trata ou se ocupa da política. Politização - como deturpação da arte de governar -, é dar caráter ou sabor político ao que não devia.  É o mesmo que politicagem. Politiqueiro é quem se dedica à politicagem. Estadista, ser em extinção, é a pessoa que exerce liderança política com sabedoria e sem limitações partidárias.

Em São Paulo, a reação frente à pandemia da Covid-19 permite-nos distinguir aquelas categorias. Um médico famoso, conceituado, afirma ter sido curado da doença com o uso da cloroquina, dentre outros medicamentos. Intencionalmente ou não, agradou ao Presidente da República. Outro médico, também famoso – e até então conceituado – nega-se a declarar se foi tratado com cloroquina. E, se nega, é porque, certamente, o foi! A verdade é que se esse médico declarasse o efeito positivo da cloroquina no seu tratamento, estaria desagradando seu chefe, o Governador do Estado. Em outro plano, o Governador do Estado e o Secretário da Educação aparecem toda semana em audiências coletivas e videoconferências “para mostrar ao povo como estão vencendo a pandemia e garantindo o ensino a toda rede pública, através da ‘aprendizagem remota’”. Mesmo sabendo que não entendem do assunto, que não há infraestrutura na rede, que a maioria dos alunos e das famílias não têm condições de acessar ou acompanhar as plataformas. Acabam se traindo na euforia do discurso, ao usar frases como “São Paulo é o único estado do Brasil a oferecer essas plataformas aos alunos da rede pública”! Pergunta-se: a intenção é oferecer educação remota aos alunos ou fazer propaganda do Estado de São Paulo? Política de Saúde: vamos empregar todos os meios necessários para a prevenção e a cura da Covid-19, inclusive a cloroquina, se for o caso. Politização na Saúde: 1) “como eu disse, a cloroquina cura a Covid-19”; 2) “não posso declarar se foi usada a cloroquina no meu tratamento”. Política de Educação: “todas as atividades escolares estão suspensas e só serão retomadas quando o isolamento social acabar. Não haverá aulas virtuais porque nem todos os professores e alunos dispõem de tecnologia e acesso à internet para implementar a substituição; a heterogeneidade dos corpos docente e discente não permite garantir que todos terão acesso frequente e estável aos recursos computacionais necessários para acompanhamento das atividades; pessoas com deficiência precisam de recursos que ainda não podem ser oferecidos na EAD. O conteúdo será reposto quando a situação da pandemia melhorar”. Politização na Educação: “com os programas desenvolvidos pela Secretaria da Educação, as parcerias e os convênios firmados pelo Governo, as plataformas digitais, os alunos poderão acompanhar e realizar normalmente as atividades escolares, nas suas casas. É o compromisso de São Paulo com os alunos da rede pública estadual. Voltaremos na próxima semana, com mais informações sobre a Covid-19 e as medidas que estamos tomando para combatê-la”. Aqui, conta mais a propaganda, o tempo e a frequência de exposição nos meios de comunicação do que os resultados efetivos na saúde e na educação! É um bom exemplo de politização, de politicagem! Há muito não contamos com estadistas; também não precisamos de heróis; mas bons políticos ajudariam muito !


Participe, também, do Grupo de divulgação da UDEMO no Facebook!

 

 

 
Filie-se à Udemo
Decálogo
 
 
 
 
 
 
Parceria UMC