Leituras

 

 

UDEMO | 19/03/20 | Atualizado em 19/03/20 17:22


As escolas estaduais e o coronavírus

Sem levar em consideração o trágico momento que estamos vivendo, o governador Dória e o secretário da educação Rossiéli, ao invés de mandar fechar as escolas estaduais, por tempo indeterminado, conforme orientação da OMS, estabeleceram o “recesso escolar” no qual gestores e funcionários deverão manter-se nas suas unidades escolares, correndo o risco de todos os dias, no trajeto a elas, contraírem, em ônibus e metrôs, o coronavírus, em crescente expansão pelo Estado e País. Ao que parece, muito ao contrário do que vem propalando o governador, nos meios de comunicação, está elegendo gestores e servidores das escolas estaduais, possíveis vítimas de uma pandemia que irá ceifar dezenas de milhares de seres humanos, na cidade de São Paulo, entre os quais aqueles que não poderão permanecer em seus lares, incluindo até mesmo professores que poderão ser chamados à escola para cumprimento de determinações do Secretário da Educação. Dória e Rossiéli responderão pelo genocídio desses profissionais ao expô-los diariamente a contaminação do coronavírus.

Luiz Gonzaga de Oliveira Pinto
Vila Romana, SP.  


Participe, também, do Grupo de divulgação da UDEMO no Facebook!

 

 

 
Filie-se à Udemo
Decálogo
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Parceria UMC